Imprimir Postagem
Coordenadoria de Saúde solicita que familias evitem aglomerações devido a virus respiratório que afeta crianças

A Coordenadoria Municipal de Saúde está notificando todas as residências do município nesta semana para que evitem realizar festas e aglomerações neste final de ano devido à um virus respiratório que está circulando e afetando crianças em toda nossa região. A Prefeitura Municipal recebeu um comunicado do HCM (Hospital da Criança e Maternidade de São José do Rio Preto) informando que está trabalhando em regime de contingenciamento, isto é, COM SEUS LEITOS LOTADOS, tanto de UTI como leitos de enfermaria.

COMUNICADO URGENTE

"A Coordenadoria de Saúde do Município de Bady Bassitt vem comunicar as famílias, que o HCM (Hospital da Criança e Maternidade de São José do Rio Preto) avisou os municípios que dependem de seus serviços que está trabalhando em regime de contingenciamento, isto é, o HOSPITAL ESTÁ COM SEUS LEITOS LOTADOS, tanto de UTI como leitos de enfermaria. Desta forma, solicitamos que as famílias que tenham crianças, evitem fazer festas com grande número de pessoas (aglomeração) neste final de ano, pois temos o vírus como Vírus Sincicial Respiratório e H3N2 (Influenza A- vírus da gripe) circulando, e que podem gerar doença com agravamento nas crianças. Orientamos também uso de máscaras em recintos fechados por adultos e crianças acima de 2 anos de idade."

 

Vírus Sincicial Respiratório e H3N2

Segundo dados do estudo BREVI (Brazilian Respiratory Virus Study), o vírus sincicial respiratório é responsável por 66,7% dos episódios de hospitalização de bebês prematuros.

Em adultos e crianças maiores de 2 anos com boas condições de saúde, os sintomas mais comuns são: secreção nasal, espirros, tosse seca, febre baixa, dor de garganta e dor de cabeça. Em crianças menores de 2 anos, a infecção pode evoluir para sintomas mais comumente encontrados em bronquiolite. Na maioria das pessoas infectadas, os sintomas desaparecem espontaneamente em até cinco dias.

Os seguintes sinais clínicos merecem atenção: febre alta, muita tosse, dificuldade para respirar, adejo nasal, cianose labial e nas extremidades, pieira, tiragem intercostal, falta de apetite e letargia. Esses sintomas podem indicar a progressão da doença.

 

Comentários

Indique para um amigo

Use este formulário para indicar esta postagem para um amigo.

 Digite o texto no campo abaixo.

Mais notícias sobre Saúde